Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

A lição vem de onde menos se espera

Imagem
Dia desses terminei de assistir um desenho — um anime especificamente, mas isso é o que menos importa, — em teoria sou adulta e não deveria me interessar por este tipo de entretenimento, alguns diriam. Mas não ligo. Sempre fui muito sensível para perceber beleza onde ninguém mais via. E, isso não é falta de humildade nem coisa do tipo. Simplesmente é uma característica e graças a ela fui capaz de conhecer uma das histórias mais incríveis já contadas. O enredo envolvente me surpreendeu TANTO que estou escrevendo este post. Eu ri e chorei, até me questionei (muitas vezes), às vezes tudo no mesmo capítulo. O desenho era foda. E o autor é incrível. Parabéns, Masashi Kishimoto! Estou falando de Naruto. A série Naruto durou 15 f****** anos, mas eu só fui conhecer agora, em 2016. Antes tarde do que nunca! Para quem acompanhou a série desde o início deve ter sido muito emocionante ver o desfecho em 2014. Imagino. Mesmo! Mas resumindo a história: Naruto é um menino órfão que tent

O que aprendi sendo escritora

Imagem
Que poder o inferno teria se aqueles aqui confinados não fossem capazes de sonhar com o paraíso? Sandman, Neil Gailman (cena foda, diga-se de passagem…) Na citação acima, Morfeu, o deus do sonho, foi até o inferno em busca de seu elmo roubado. Assim que o recuperou, Lúcifer perguntou por que Morfeu achava que ele o deixaria sair do inferno. Lúcifer ainda disse para Morfeu olhar ao redor, havia demônios em toda parte. Sem se abalar, o deus do sonho respondeu com a frase acima, e, no segundo seguinte todos os demônios abriram caminho para deixá-lo passar. Ninguém queria parar de sonhar. E agora eu te pergunto, se você deixasse de fazer o que ama, você seria mais feliz? Eu me faço essa pergunta toda vez que penso em desistir. No meu caso, escrevo livros de fantasia e romance. E a gente sabe que aqui no Brasil a vida é mais difícil se comparado aos países de primeiro mundo, que brasileiro não lê, que mais da meta da população é analfabeta e as que leem são analfabetas