Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Inveja, cobiça e admiração

Sobre a diferença entre inveja, cobiça e admiração Depois deste post que fez muito sucesso, vim destrinchar o assunto taboo "inveja". Vamos combinar que ninguém quer ser considerado invejoso e nem sentir inveja. mas ela existe, por isso inventaram o termo "inveja branca" como se ela fosse menos pior que a inveja. Não, não é. E pior ainda é que existe um racismo implícito aí. Feio demais!

Hater de internet

Imagem
Como vivem? Do que vivem? ... Basicamente de ódio infundado, frustração, recalque e muita, mas muita inveja. Esse ser conhecido como "hater" piora muito na internet, seu habitat natural. Na W orld W ide W eb ele se sente livre e corre feito uma gazela com dois bujões de gás tóxico nas ancas disseminando caos e ódio por onde passa. Suas reais motivações, a psicologia explica: muitas pessoas quando não conseguem realizar sonhos, desejos e vontades reprimem isso de maneira que a única forma de extravasar é odiando aquele que teve coragem ou sorte o suficiente para conseguir o que ele não conseguiu. O hater projeta toda a frustração nessa pessoa. Por isso (infelizmente) é tão comum ver pessoas bem sucedidas serem xingadas na internet. E quanto mais famoso você é, pior para você. O hater pensa que o objeto de ódio dele ganhou tudo de mão beijada enquanto ele - coitadinho - teve que batalhar muito mais e mesmo assim não conseguiu chegar lá onde ele queria estar. Sabe o qu

DeadPool

Imagem
*Atenção: post inspirado no filme. Contém palavreado chulo* Nem todo mundo nasceu para ser Batman.  A prova disso é DeadPool. O (super) anti-herói, justiceiro, sarcástico e vingativo leva uma vida desregrada - sendo bem sútil. E pouco antes de descobrir que está com câncer terminal, recebe uma proposta irrecusável de cura milagrosa. Entretanto, como é um filme do Dead Pool, é claro que, é uma cilada. E das feias! Ele acaba - contra a vontade dele,- participando de um experimento extra-governamental que injeta substâncias estranhas nas cobaias que têm reações adversas, sendo a principal delas "criar um poder sobre-humano" como força, rapidez, cura, etc, essas paradas de x-men. Só que para ativar essa substância é preciso expor o corpo a estresse intenso. E qual a melhor maneira de fazer isso??? Tortura física e psicológica. #Tenso As cenas são fortes e mesmo nessa situação, ele tira sarro. Aliás, essa foi uma das coisas que me fez amar o filme: o humor inaprop

Ebook por R$1,99

Imagem
COMPRAR E-BOOK

Sorteio de 1 ano - Blogs Parceiros!

Imagem
Bom dia, meus lindos!!! Fevereiro tá um mês tão bom, mas tão bom que na falta de um, tem 3 SORTEIOS!!! Isso mesmo! 3 sorteios. Um deles já falei aqui . Este post é para avisar vocês, meus leitores lindos, que os blogs Meu Epílogo e Pobre Leitora estão sorteando ebooks dos livros "Eterna: o som do amor" e "O canto do cisne". Então não perde tempo e participe já!!!

Últimos dias do sorteio!

Galera, quem ainda não participou, aproveita que dá tempo! Para ganhar um exemplar autografado do livro "O canto do cisne" basta 3 passos: Curtir minha página no Facebook Curtir a página do Ballerina Project no Facebook Compartilhar esta imagem em modo público: SORTEIO DE LIVRO em parceria com o fotógrafo Fábio Hashimoto do Ballerina Project SP e a escritora Bianca Sousa, autora... Publicado por Bianca Sousa em  Sábado, 6 de fevereiro de 2016 Feito isso, você já está participando! O resultado do sorteio será anunciado no meu Facebook dia 01/03/2016. Boa sorte! =D

As músicas em Eterna

Não é surpresa para ninguém que no DNA de Eterna tem música. A trama é toda enredada por ela, é quem dita o tom e o ritmo da história! Ora é rock, ora é bossa, ora é clássica. Apresento a vocês à trilha sonora de "Eterna: o som do amor" e os porquês de cada música! Capítulo 1:

Roberto

Imagem
Parte 1. Chovia fazia 3 dias. Também chovia no coração de Roberto. Embrulhado em cobertores olhava pela janela de seu apartamento o aguaceiro cair pesado sobre a Bela Vista. Mas ele morava numa Bela Vista feia. Ainda mais agora que ele fracassara outra vez. Sentia-se derrotado, por isso olhava atentamente a chuva que batia insistente em sua janela. Quem sabe não aprendia alguma coisa com ela?! Apesar de morar na cobertura, não tinha lá muitas vantagens. Na verdade, nesse prédio em especial, a cobertura era mais barata. Tudo por que tinha goteiras; e essas também eram insistentes à beça. Por que não podia aprender com elas e ser persistente a ponto da esperança valer como certeza? Sim, faria isto na próxima vez! Animou-se então. Decidiu mudar. E com passos corajosos caminhou até a porta que dava para o corredor com os outros apartamentos, arrancou com o resquício de bravura que tinha o cobertor que servia de armadura. Pegou chaves, carteira e guarda-chuva. Estava preparado. C

Como...

Este conto foi o meu primeiro a ser publicado em dez/2013. Fazia parte da coletânea "A arte de enganar o Google" da editora Terracota. Espero que gostem: ~ Desculpe ter interrompido sua pesquisa sobre sei lá o que você estava procurando, certamente não era eu, mas encontrou e sou todo seu. Porque a verdade é que os homens também amam. Alguns às escondidas, fazendo de conta que não. Outros gritam ao mundo. Eu escrevo. Escrevo como sendo as minhas últimas palavras por direito. Já que (ainda) consigo fazer isso por conta própria. Você vai pensar que eu sou um nerd doido, desocupado, retardado, punheteiro e cheio de problemas psicológicos. E, provavelmente sou tudo isso. Quem não ficaria louco ao saber que vai morrer aos 22 anos com um tumor fi lho da puta no cérebro? Eu não vivi tanto quanto gostaria, nem vou viver mais do que queria. E no desespero de pegar tudo que é vida, resolvi te procurar. Mas #pqp, está sendo tão difícil! São cerca de 9 bilhões de pessoas no plane